Autoral São Paulo - SP

4 Elementos

Processo de criação artística e fotográfica por Anderson Oliveira e com Vinicius tanzi como modelo.


OS QUATRO ELEMENTOS
"Se você tiver a paciencia da terra, a pureza da água, a força do fogo e justiça do vento, ai você esta livre".
Todos nós incorporamos os quatro elementos de alguma forma em nossas vidas. Estamos de pé sobre a Terra. As informações ao nosso redor apelam para o nosso intelecto, som e verbo, evocando o elemento Ar. Nossas ações são regidas pelo domínio do Fogo, com sua vontade, iniciativa e ação, enquanto as emoções desencadeadas pelas nossas experiências invocam o elemento Água, o mais fluido. O ser humano experimenta todos os elementos desde sua concepção: quando imerso no líquido amniótico (água), na formação do corpo material (terra), ao ligar a chave dos batimentos cardíacos (fogo) e fazendo valer seus pulmões com a primeira inação de oxigênio e emissão sonora (ar).
Em uma outra analogia, quando você beija alguém por exemplo, também há uma certa química envolvida. O contato físico dos lábios (terra), a emoção que percorre o corpo (água), os pensamentos que atravessam a sua mente (ar) bem como o desejo, iniciativa, paixão e a atração (fogo). Alquimistas e astrólogos sempre se empenharam em alcançar o equilíbrio dos quatro elementos a fim de transmutar o imperfeito, o normal e as situações mundanas. A maioria das substâncias ou interações físicas são misturas de múltiplos elementos que interagem dinamicamente entre si. Vejamos uma madeira em combustão, por exemplo. Pode conter fogo (visível através do processo de queima), ar (quando consome o oxigênio que alimenta a chama e quando ouvimos o sibilar de sua queima), água (que será removida no processo para que a madeira vire carvão) e terra (a cinza deixada para trás quando a madeira é queimada por inteiro). O Fogo e a Água são os elementos mais puros. O fogo é mais leve e sobe, já a tendência natural da água é descer.
Existe uma explicação para os quatro elementos, onde os elementos são definidos por duas qualidades de um total de quatro, eles formam o chamado Quadrado Elemental, onde os elementos que compartilham uma de suas qualidades são considerados adjacentes um ao outro, enquanto aqueles que são diagonais uns dos outros no quadrado são considerados opostos. As qualidades opostas, quentes e frias, úmidas e secas, tentam se mover uma para a outra, mas não podem fazê-lo diretamente. A Rotação dos Elementos começa com o processo de adaptação (Água), continua com a expansão (Ar), depois a produção (Fogo) e finalmente a retração (Terra). Os alquimistas usavam este modelo para mudar a matéria de um elemento para o outro. A água elementar não pode ser transformada em fogo sem primeiro passar pelo ar. Este conceito é refletido em muitos lugares na natureza: as estações da primavera (adaptação), verão (expansão), Outono (produção) e inverno (retração), no tempo de vida dos seres humanos (infância, juventude, maturidade e velhice) e na jornada das plantas (semente, rebento, árvore, casca podre).
Já os quatro elementos na astrologia podem ser divididos em duas partes: Feminina - Yin (água e terra) e Masculina - Yang (fogo e ar). É um espelho dos dois maiores arquétipos humanos, o feminino (ternura, introspecção, fertilidade e praticidade) e o masculino (atividade, expansão, energia e comunicação),essa divisão nos diz que, para alcançar o equilíbrio e criar uma vida perto da perfeição, precisamos honrar, equilibrar e melhorar todas as nossas características inerentes respeitando o conceito dos 4 elementos, cada elemento influencia um grupo de três signos astrológicos: Ar: Libra, Aquário e Gêmeos, Terra: Touro, Virgem e Capricórnio, Agua: Câncer, Escorpião e Peixes, Fogo: Aries, Leão e Sagitário.